um projeto audiovisual imersivo, percorre casas e comunidades caiçaras do litoral fluminense e paranaense, em busca da música, do cotidiano, da espiritualidade, da terra, dos modos de vida e todas as questões que atingem o caiçara contemporâneo.

29/04/2009

Visões do Mestre e Rabeca no Fogo

video

Seu Leonildo no Abacateiro, entrada do canal do Varadouro na area de proteção ambiental no litoral do Paraná. Mestre do fandango , nos recebeu por 6 semanas no total das nossas viagens ,em sua casa, nos "ensinou" a construir instrumentos como a rabeca e conversou conversou noites a fio a luz de velas e dias adentro... canoando sempre...reflexões de um verdadeiro Guru da simplicidade e da música.


video
- quem fala neste vídeo é seu RANDOLFO, irmão de Leonildo, cheguem bem pertinho e desliguem todas as antenas entorno....-


A Rabeca é de origem árabe, anterior ao violino - instrumento que mais assemelha-se a ela- usada na música medieval européia e em algumas manifestações populares no Brasil. Chegou a terrinha provavelmente pelas mãos européias , e foi adaptada ao meio que a acolheu. No caso da RABECA do fandango de seu Leonildo (cada mestre tem sua poética ao construir o instrumento dando a cada Rabeca um som único, com uma única afinação própria ao ouvido de seu Mestre construtor), o pinho, a caixeta e a canela foram as madeiras escolhidas, já que vivem na Mata Atlântica e nos manguezais típicos do Canal do Varadouro. A extração da caixeta, canela e outras madeiras é proibida pela legislação dos parques paranaense. Mas, foco de resistencia da cultura de raiz caiçara, os músicos e artesões, conhecedores dos limites e segredos da Mata, mesmo que ilegalmente, continuam a praticar suas poesias cotidianas. Por uma antropologia ecológica! E para os amantes da música...